Brindando 2012 com Champagne (Top 13)

O fim de ano está chegando e claro, temos que comemorar os logros do ano que passou e a entrada deste novo ano que se inicia. Já demos aqui a nossa dica de espumantes para o brinde de final de ano e agora por que não brindar em alto estilo?
Vamos brindar com Champagne!
Pensando nisso nós decidimos fazer uma lista com algumas Champagnes. Dentre elas, buscamos as que mais marcaram para trazer até vocês, as melhores que já provamos. Colocamos em ordem das melhores segundo o blog e fizemos um TOP 13.
De qualquer forma vale a pena lembrar que ser a melhor ou não, vai do paladar de cada um.

Vamos as beldades:




Krug Grande Cuvée
Perlage média, constante e com várias formações. No nariz, manteiga, tostado, mineral, aspargo. Na boca, manteiga, pimenta branca e tostado. Boa acidez e nova. Enche a boca, só que um pouco mais seca.


Louis Roederer Cristal 2002
Uma grande safra de champagne. Perlage fina, elegante, intensa, mas perde-se em pouco tempo. No nariz mineral e manteiga. Na boca muito cremosa, acidez perfeita, enche a boca e muito fácil de beber.


Ruinart Blanc de Blancs Brut
Perlage mais perfeita, intensa e elegante que já vi. Leve, bem cítrica, fácil de beber e muito refrescante.


Don Perignon 1996
Perlage fina, boa espuma, intensa e tem muita persistência. No nariz, fermento, cítrico e maracujá. Na boca, maracujá e fermento. Boa acidez, fácil de beber. Esta no seu auge.


Drappier Grande Sendrée 2002
Extremamente elegante, perlage fina e com um colar que sobe bem vagarosamente. No nariz maior presença de Pinot Noir. Encorpada, fruta cítrica, noz-moscada, figo e tâmaras Proveniente de um terroir que foi coberto de cinzas após um incêndio em 1838, usa vinhas com mais de 70 anos para elaborar uma champagne 55% Pinot Noir e 45% Chardonnay.


Billecart-Salmon Cuvée Nicolas François Billecard 1998
Já impressiona pelo rótulo. Possui perlage elegante, constante e fina. No nariz puro tostado. No paladar extremamente seca e carnuda. Acreditamos que agradaria aqueles que preferem algo mais para o nature. Uma champagne muito jovem e que promete muito para os próximos anos. Criado em 1964 como um tributo ao fundador da Casa, Nicolas François Billecart. Elaborado com a mistura de grands crus classificados dos vinhedos da Côte des Blancs (Chardonnay) e Montagne de Reims (Pinot Noir).


La Gran Dame 1995
Perlage extremamente fina, intensidade média. No nariz, balsâmico, licor e figo. Na boca mel, cítrico e licor.


Legras & Haas Grand Cru, Blanc de Blancs, Milésime 2002
Outra champagne que surpreendeu foi a Legras & Hass. Mais uma 100% Chardonnay. É elegante, acidez excelente e no final um doce “mel” na boca.


Louis Roederer Brut 2004, Perlage elegante, consistente, um colar de pérolas bem finas e redondas. No nariz notas de fermento e cítrico. Na boca carnuda, potente e brut na sua essência. Apresenta ainda presença marcante e ao mesmo tempo elegante de uma fermentação malolática. Elaborada com 70% de Pinot noir e 30% de Chardonnay. Passa 4 anos em maturação nas caves e mais 6 meses depois do dégorgement, com o intuito de alcançar uma maturação perfeita. A dosagem está entre 8 e 10 g/l.


Louis Roederer, Blanc de Blancs 2003
100% Chardonnay, esta champagne surpreende ainda mais aqueles que nunca provaram uma blanc de blancs. Perlage fina e intensa. No nariz, amêndoa, fruta seca, cítrica, maracujá e pêra. Na boca, pêra, manteiga e cítrica.


Louis Roederer Brut Premier
Uma ótima champagne diria. Perlage constante e elegante. Traz um amanteigado, fermento e pouca fruta cítrica. É carnuda, enche a boca e claro muito refrescante.


Champagne Cattier Premier Cru Brut Antique
Perlage perfeita, leve e refrescante. Simplesmente divina!


Moet & Chandon Gran Vintage 2002
Perlage elegante e consistente. Notas de fruta cítrica no nariz. Na boca mais seca, um leve amargor que não compromete e um toque de abacaxi. Elaborada com 51% Chardonnay, 26% Pinot Noir e 23% Pinot Meunier. Recebeu 92 pontos Wine Spectator.



Nunca se esqueça que o melhor espumante é aquele que mais te agrada, então escolha o seu!

tin-tin

Edição: Evandro Silva / Francisco Stredel

2 comentários sobre “Brindando 2012 com Champagne (Top 13)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s