Degustação de Espumantes Nacionais

Nesta segunda-feira os blogueiros se encontraram mais uma vez para uma nova degustação organizada pela Confraria2panas. Desta vez o encontro foi na Vino & Sapore do amigo João Filipe, na Granja Viana.

Tudo começou quando comprei uma garrafa de Salton 100 anos, queria juntar com uma 130 anos da Casa Valduga e fazer um embate. Qual vinícola fez o melhor espumante comemorativo, mas com o tempo fui acumulando algumas garrafas e surgiu a idéia de fazer uma degustação de espumantes nacionais. Com a ajuda do Beto Duarte que conseguiu algumas amostras, Emílio Santoro e João Filipe que cederam também garrafas, fizemos uma degustação com 15 vinhos. Infelizmente não tínhamos como degustar todos os vinhos ou os principais do país e por este motivo não seria justo dizer que elegemos o melhor espumante nacional, mas sim o melhor da noite.

Para nossa degustação escolhemos apenas espumantes Brut e alguns Rosés. Com o corpo de jurados composto por Beto Duarte (Papo de Vinho), Daniel Perches (Vinhos de Corte), Eduardo Milan (Revista Adega), Emílio Santoro (Portal dos Vinhos), Evandro Silva e Francisco Stredel (Confraria2panas), Joao Filipe (Vino & Sapore / Falando de Vinhos), Vanessa Sobral (Falando sobre vinhos) e Walter Tommasi (Revista Free Time / Tommasi no Vinho), iniciamos nossa degustação.

Todos os vinhos as cegas e sem que os jurados soubessem quais os seriam degustados. Foi bem interessante, pois a todo momento alguém perguntava se tal vinho estava na lista. Para se ter uma idéia colocamos até 2 vinhos iguais para tirar uma duvida cruel e um vinho surpresa que ainda na saiu no mercado.

Bom, vamos ao resultado (comentários para os 5 primeiros) :


1 – Orus Adolfo Lona Pas Dosé Rose 88,78
O grande vencedor da noite, vinho trazido pelo Beto Duarte que apostou todas suas fichas e quebrou a banca!!! Um ótimo rosé, que apresenta aromas intensos, elegância, boa acidez e muito frescor. Produzido somente 608 garrafas, o que o torna um vinho exclusivo, possui ainda um corte curioso entre Charnonnay, Pinot Noir e Merlot.


2 – Valmarino & Churchill 2009 87,56
Este foi o grande tira-teima da noite, a nossa dúvida cruel foi colocada prova. Será que a mudança foi somente na embalagem? Após esta degustação acreditamos que não, pois o Valmarino com a nova embalagem Zero Dosage ficou bem atrás do seu antecessor. O Valmarino provou mais um vez ser uma grande espumante, muito fresco, elegante, para beber só ou em harmonização. É um espumante que causa uma paixão ao primeiro gole.


3 – Maria Valduga 86,78
O grande lançamento do ano, o Maria Valduga fez o seu papel. Um espumante com um valor mais alto que os correntes, cumpriu sua obrigação e mostrou mais uma vez que é bom. Com um perlage bem elegante, amanteigado e com toques de frutas em calda. Elaborado com 80% Chardonnay e 20% Pinot Noir, traz mais frescor ao vinho. Para completar o Maria Valduga apresenta muita cremosidade.


4 – Chandon Excellance 85,33
Este é um vinho que sempre surpreende. Eu o comparo com uma escola de Samba, é aquele vinho certinho, presta atenção a cada quesito e por fim estará entre os primeiros. Um espumante fresco, com notas cítricas, boa cremosidade, persistência e elegância.


5 – 130 Casa Valduga 84,89
Outro grande Best-Seller dos espumantes nacionais. Criado para comemorar os 130 anos da família Valduga no país, deu tão certo que a vinícola decidiu torna-lo um vinho de linha. Degustado a safra 2010, mostrou-se como sempre um grande vinho. Com notas mais para fermento que cítricas, traz ainda uma perlage elegante, cremosidade e persistência completam este vinho.

6 – Don Giovanni Brut Ouro Lote 6 84,22

7 – Pizzato Brut 2009 83,22

8 – Valmarino & Churchill Zero Dosage 2009 82,22

9 – Miolo Millésime 2006 81,67

10 – Salton 100 anos 80,33

11 – Don Giovanni Brut Chardonnay/Pinot Noir 80,11

12 – Fausto de Pizato Brut Método Tradicional 79,78

13 – Cave Geisse Nature 2008 78,33

14 – Vinho surpresa Sanjo Rosé 78,22

15 – VF Joaquim Rosé 77,89

Por fim o campeão da noite foi um rose, o Adolfo Lona. Já o Valmarino com a embalagem antiga estava melhor que o novo e o Casa Valduga conseguiu mostrar toda qualidade de seus espumantes emplacando 2 vinhos entre os 5 melhores.

Gostaríamos de agradecer a Adolfo Lona, Don Giovanni, Pizzato e Sanjo por oferecerem algumas amostras. Em resumo das 15 amostras, 4 foram fornecidas pelo produtor, 2 pela Vino & Sapore e 1 pela Portal dos Vinhos, as outras 8 eram de posse da Confraria2panas.

Para fechar a noite um Espumante Moscatel Don Guerino, oferecido pelo Eduardo Milan.



O nosso muito obrigado a todos que puderam participar!



tin-tin

Edição: Eandro Silva/Francisco Stredel

4 comentários sobre “Degustação de Espumantes Nacionais

  1. Excelente post. Estou mesmo para comprar algumas garrafas para o final do ano e gostaria de saber onde encontrar os dois primeiros colocados, Orus e Valmarino-Churchill? Parabéns pelo excelente trabalho de divulgação.

    Curtir

    1. Oi Fábio,

      O Valmarino Churchill você pode encontrar em lojas especializadas, caso necessite de alguma indicação escreva para nós.
      O Orus é não esta em loja, pois são pouquíssimas unidades, mas acredito que em breve terá um local que irá vender poucas garrafas.
      Mantenha-se em contato conosco por e-mail que iremos ajuda-lo a.

      confraria2panas@gmail.com

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s