Hambúrguer com espumante, será?

O que você pensaria em comer se tivesse uma garrafa de espumante aberta?
Pensou em frutos do mar, não é? Uma comida japonesa, eu também pensaria.
Mas a vida nos prega peças e cabe a nós encaixá-las. Um dia desses qualquer em casa resolvo fazer hambúrguer. Gosto de comer muitas vezes sem o pão, só a carne, queijo, mostarda e ketchup. Desta vez não foi diferente, fiz um com carne moída, queijo e uma mostarda que ganhei do Rio Grande do Sul, chamada Ribs. Quem puder encontrá-la compre, é picante e uma delícia!
Voltando a minha experiência por acaso, sim porque queria beber algo para acompanhar o hambúrguer. Quando abro a geladeira, vejo água, refrigerante e um espumante aberto.
Adivinha? Escolhi o espumante!

Posso dizer que o hambúrguer ao ponto para mal passado e o espumante não ficou de todo ruim. Não ficou aquela harmonização de dar água na boca, mas sinceramente eu provaria mais uma vez. Na minha percepção ficou melhor quando eu misturava a mostarda com a carne, apesar de forte e levemente picante, dava mais emoção ao conjunto.
Não provei com o ketchup, por ser doce acredito que estragaria tudo.
Por fim, para fechar com chave de ouro, um doce. Que tal?
Terminei minha experiência com uma bala de caramelo e chocolate elaborada por uma amiga do mundo do vinho, Natalia Pieta.
Uma delícia!

Vinho: Espumante Casa Valduga Brut

tin-tin

Edição: Evandro Silva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s