ENOCHATO, nunca…

Pois é… Já foi chamado de enochato ou alguma vez se sentiu assim? Se a resposta é sim ou talvez, foi porque você deixou que a tua paixão pelos vinhos transparecesse num momento inadequado ou com pessoas que não tem o mesmo interesse, isto é normal afinal somos seres humanos que possuímos interesses bem diversos. Abrir um vinho especial requer um culto, um ato organizado com amigos e harmonizado da melhor forma. Já abrir uma cerveja premiada só requer boa vontade de beber. De todas formas, vai aqui um aviso para os amantes do vinho: Nem sempre pense que está em uma degustação ou que tem gente que querer ouvir sobre as micro regiões da Borgonha, não seja extremista. Em alguns momentos vale a pena só desfrutar da boa companhia e beber o vinho. Sim beba-lo! No final o que importa é o presente.

tin-tin

Edição: Evandro Silva / Francisco Stredel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.