Argentino, Português e Espanhol, combinam?

Em pleno Outono de São Paulo, num restaurante Argentino, de anfitrião Português e de diva, um vinho Espanhol. Que Tal? Nada mais eclético e heterogêneo, definitivamente o mundo está globalizado! Podem achar que eu estou louco, mas não. Aconteceu sim, e foi na quarta-feira 21/04 no Pobre Juan da Vila Olímpia (www.pobrejuan.com.br) um típico e ótimo restaurante Argentino desta metrópole paulistana. A importadora Cultvinho comandada pelo Português Armando Gaspar e sua esposa Sandra Magrini trouxeram ao Brasil o produtor de vinhos da Rioja Alavesa, Gonzalo Sáenz de Samaniego da Bodega Ostatu. Vocês podem estar se perguntando, Alavesa? Sim! É Rioja Alavesa (em euskera língua Vasca: Arabako Errioxa) é uma comarca de Álava, no País Vasco. É uma das sete comarcas ou cuadrillas nas que se divide a província de Álava. Sua denominação oficial é Cuadrilla de Laguardia-Rioja Alavesa. A capital comarcal é Laguardia. Esta dividida ao norte pela muralha da Sierra de Cantabria e a Sierra de Toloño e ao sul pelo rio Ebro. Politicamente Alavesa faz parte do País Vasco, mas como região vinicultora, pertence a Rioja. Fica situada bem ao norte, entre a Rioja Alta e Baixa.


Região de Rioja Alavesa

A Ostatu por sua vez é uma vinícola do século XVII. Nesta bodega familiar se junta à tradição de seus avôs com a enologia moderna, cultivando e produzindo vinhos de forma cuidadosa e artesanal. Os vinhedos são compostos praticamente 80% de pés antigos produzindo uvas típicas da região, Tempranillo, Graciano, Garnacha, Mazuelo, Malvasia e Viura. As duas últimas uvas são utilizadas para fazer vinhos brancos. Os vinhedos têm uma composição de solo de praticamente 95% argiloso, cascalho e muito acidentado. Produz uvas de menor tamanho, graças ao solo argiloso que regulamenta a absorção de chuva. A situação geográfica também favorece bastante, pois existe uma barreira natural que protege os vinhedos dos ventos frios que vem do norte, a Sierra de Cantabria.


Armando e Gonzalo

Bem, agora que já conheceram um pouco mais da Bodega Ostatu, vamos ao nosso encontro! Numa noite bem descontraída, este encontro organizado pela Maria Aparecida Magrini da Cultvinho pudemos degustar parte dos vinhos da vinícola. Gonzalo com grande simplicidade e simpatia nos explicou todo o processo produtivo dos vinhos. Foi realmente uma aula de enologia, e acreditem até de química. Sim, nos explicou com acontece a fermentação maloláctica sem a utilização de fontes externas a uva. Alem de uma degustação, foi um grande aprendizado a todos.

Agora vamos às estrelas da noite:


Os vinhos

Ostatu Blanco 2008
90% Viura e 10% Malvasia. No nariz notas de frutas e na boca mel, fermento e fruta. Um vinho com boa acidez, fresco e que preenche a boca. Recebeu 88 pontos do guia Peñín. 13% Vol. Alc. Valor: R$ 46,00

Ostatu Joven 2008
100% Tempranillo. Vinho que utiliza maceração carbônica, é jovem. Na boca notas de especiarias, fruta seca e boa acidez. Traz uma sensação de frisante e se deve servir-lo frio entre 14 e 15 graus centigrados. 13% Vol. Alc. Valor: R$ 54,00

Ostatu Crianza 2006
90% Tempranillo, 10% Graciano e Mazuelo. Passa 12 meses em carvalho Frances. Vinho de cor rubi com tons de violeta. No nariz fruta seca e na boca boa presença. É um vinho novo. Recebeu 90 pontos Robert Parker. 14% Vol. Alc. Valor: R$94,00

Ostatu Reserva 2004
90% Tempranillo e 10% Graciano. Envelhecido 14 meses em barricas francesas. Um vinho muito elegante, com notas de baunilha e frutas vermelhas. Vinho que tem guarda, mas já traz todo um equilíbrio que o permite beber hoje. Sem duvida, o melhor da noite. Recebeu 90 pontos Robert Parker. Possui curiosamente 14,97% Vol. Alc. Valor: R$ 138,00

Muito obrigado a Cultivinho pelo convite. E um agradecimento especial ao vinicultor Gonzalo Sáenz de Samaniego que com muito carinho recebeu todos os convidados.


Evandro, Gonzalo, Emilio e Fátima.

Para saber mais sobre os vinhos, acesse : www.cultvinho.com ou www.ostatu.com

tin-tin

Edição: Evandro Silva / Francisco Stredel

Fotos: Evandro Silva / Fátima Santoro

Fontes: Cultvinho, Bodegas Ostatu e pt.wikilingue.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s