Champagnes TOP´s (Champagne per brindare un incontro)

Há uns meses atrás em uma viagem a França, passei pela região de Champagne. Entre os passeios as Maisons e a cidade, encontrei uma loja em Reims, muito bonita por sinal. Parei e comprei 3 néctares, foram 2 Louis Roederer, sendo uma blanc de blanc e a outra Cristal, ambas 2002. E por fim 1 Krug Grande Cuvée. Sabe, foi uma decisão difícil, pois mesmo na França os preços são altos, comparando-se as outras champagnes disponíveis nas lojas e nas Maisons. Olhei, olhei e tive uma idéia… Liguei para o pana de todas as horas, Francisco Stredel.


Loja em Reims, França

Fiz a proposta de comprarmos a Cristal e a Krug, dividir o valor e claro combinarmos depois de degustar na mesma ocasião. Sem titubear muito, topou na hora! Eu, já não pensei duas vezes, corri na loja e comprei as duas. Neste domingo, resolvemos abrir estas maravilhas. Meio que na correria, e com pouquíssimo tempo, conseguimos nos organizar e irmos a casa do Ricardo Tomasi (http://www.specialitabebidas.com.br/), que muito gentilmente com sua esposa Sandra, cedeu sua casa para este encontro.

Foram muitas delícias nesta noite, a cargo da cozinha, os homens tomaram conta. De lá saíram delícias como a sardela, receita do Emilio. A pescada branca com legumes, leve e muito saborosa preparada pelo chef do grupo, o pana Francisco Stredel. Acharam que acabou por ai?
Para fechar com chave de ouro… uma pasta de tinta de lula com frutos do mar, preparada pelo Ricardo Tomasi e o Francisco Stredel. E eu? fiz o papel de ajudante dos chefs, rsrs. Bem, vamos falar agora das nossas preciosidades, as champagnes. Logo de início fomos abrindo a Cristal, queríamos provar sem acompanhamentos, pura. Nossa intensão era ver o quanto se fala e se paga por ela e constatar se realmente é tudo isso. Olha, caímos de joelhos, sinceramente é o mais puro néctar dos Deuses, nunca havia bebido algo que me impressionasse tanto. Ela é intensa e muito elegante na boca. Traz toda a emoção e me remete aos terroirs de champagne. A cada gole era uma viagem… passava sobre minha mente toda a beleza da região. Ela é pura, autêntica, só bebendo para saber. Acredito que a mim, faltam palavras para descrever o que senti. Só posso afirmar a todos que é a melhor champagne que já provei e que todo o glamour não é por menos. Voltando ao planeta terra, abrimos a segunda garrafa. A Krug Grande Cuvée, outra excelente champagne. Um pouco mais seca que a Cristal, mas bem equilibrada e agradou bem a todos. Já com o primeiro prato, servimos a Don Perignon 1996, uma das grandes safras de Champagne. Com uma boa acidez, fácil de beber e acreditem, ainda tem guarda, graças ao cuidado que tem Emilio como seus vinhos. O que não aconteceu com a quarta champagne a La Gran Dame 1995, a top da Viuve Clicquot. Esta infelizmente teve algum problema de armazenamento, não agradou a todos, mas com todos os problemas conseguiu ainda tem um pouco de complexidade aromática.
Bem, amigos esta foi a nossa experiência com estas maravilhas criadas pelo homem…


Louis Roederer Cristal 2002
Uma grande safra de champagne. Perlage fina, elegante, intensa, mas perde-se em pouco tempo. No nariz mineral e manteiga. Na boca muito cremosa, acidez perfeita, enche a boca e muito fácil de beber.
Supostamente seu vinho base passou pelo processo de fermentação malolática.


Krug Grande Cuvée
Perlage média, constante e com várias formações. No nariz, manteiga, tostado, mineral, aspargo. Na boca, manteiga, pimenta branca e tostado. Boa acidez e nova. Enche a boca, só que um pouco mais seca.


Don Perignon 1996
Perlage fina, boa espuma, intensa e tem muita persistência. No nariz, fermento, cítrico e maracujá. Na boca, maracujá e fermento. Boa acidez, fácil de beber. Tem no máximo mais uns 2 anos de guarda, depois começa o processo de declínio.


La Gran Dame 1995
Perlage extremamente fina, intensidade média. No nariz, balsâmico, licor e figo. Na boca mel, cítrico e licor. Foi muito prejudicada. Era claro ver que a perlage terminava logo e na boca se perdeu muito da persistência. Este problema ocorreu muito possivelmente devido ao armazenamento indevido, uma pena.

No final, fizemos uma votação entre os casais, e a vencedora da noite foi a Cristal, seguida pela Krug, a Don Perignon e a La Gran Dame.


A vencedora da noite (foto: Marcelo Faustino – http://www.marcelofaustino.com)

Bem, foi uma tarefa árdua e muito difícil confesso a vocês, mas não faria mal algum passar por isso mais algumas vezes…

Um brinde a todos e como diz Peppino di Caprio …. “Champagne per brindare un incontro”

Edição: Evandro Silva

2 comentários sobre “Champagnes TOP´s (Champagne per brindare un incontro)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s